Doenças causadas por emoções

Doenças causadas por emoções

Doenças causadas por emoções

O nosso organismo fala conosco o tempo todo, por isso é importante estar em conexão com nós mesmos é entender os sinais que nosso organismo nos envia.

O corpo fala conosco através da dor, da doença e, é claro, da saúde em geral. Como nos sentimos fisicamente é um sinal de como estamos psicologicamente na maioria das vezes.

No ritmo da nossa vida diária, essa conexão vai se enfraquecendo progressivamente e deixamos de entender por que as coisas acontecem conosco, sem saber como recuperar o equilíbrio. Pouco a pouco, perdemos a habilidade de nos interpretar. Por isso, quando a dor e a doença entram em cena, é importante saber o que estão nos dizendo para descobrir qual é o caminho de volta para a saúde e o bem-estar.

A escritora americana Louise Hay é uma das maiores referências sobre doenças e suas causas emocionais. Após se curar de um câncer sem ajuda da medicina convencional, a autora criou um método chamado “Você pode curar sua vida” e, desde então, se dedica a ajudar milhares de pessoas doentes a se curarem a partir da ideia de que toda enfermidade é um reflexo de um padrão de comportamento.

Entender a doença e a dor significa poder interpretá-las e atribuir-lhes um sentido para compreender a origem desse desequilíbrio e recuperar a conexão com nós mesmos

De acordo com Louise Hay, as principais causas emocionais das doenças são:

* Alergias: aparecem naqueles que estão sempre nervosos e irritados com as atitudes das outras pessoas. Se você tem alergias, procure ser mais calmo e compreensivo com aqueles que o rodeiam;

* Anemia: está relacionada à falta de confiança em si mesmo;

* Doenças respiratórias: se desenvolvem em pessoas que estão sempre desesperadas, correndo e que gostam de fazer tudo ao mesmo tempo;

* Artrite: está associada à mania de perfeição. Pessoas muito insistentes e críticas tendem a desenvolver este problema;

* Asma: complexo de culpa;

* Problemas na bexiga: aparecem em pessoas que ficam guardando suas dores;

* Bulimia: ódio de si mesmo e crença de não ser bom o suficiente;

* Câncer: associado a ressentimentos profundo; 

* Problemas na coluna: geralmente aparecem em pessoas que gostam de fazer tudo sozinhas;

* Doenças do coração: desenvolvidas por pessoas que não vivem do amor e da felicidade;

* Problemas dentários: os dentes estão associados à família e, em geral, pessoas que se responsabilizam por todas as decisões familiares são propensas a ter problemas nos dentes e gengivas;

* Problemas digestivos: estão relacionados à dificuldade de assumir novas ideias e experiências; 

* Doenças do fígado: são apresentados por pessoas que acumulam raiva e rancor;

* Problemas na garganta: associados ao medo das mudanças, dificuldade de falar o que pensa e frustração;

* Gastrite: se manifesta em pessoas que guardam os problemas apenas para si, são introvertidas e demonstram uma falsa calma e tranquilidade. São, na maioria das vezes, pessoas introvertidas e que demonstram uma falsa calma e tranquilidade;

* Problemas no joelho: inflexibilidade, ego inflado e medo de mudanças;

* Obesidade: insegurança;

* Problemas nas pernas: medo de enfrentar as coisas novas do dia a dia;

* Doenças nos pés: dificuldade em compreender a si próprio;

* Retenção de líquidos: intuição forte e que não é respeitada;

* Problemas nos rins: acúmulo de mágoas, tristeza e dor;

* Úlcera: medo de não ser bom o suficiente; 

Se a forma de vida que tínhamos nos levou à doença, uma mudança nesse ritmo pode ser um dos caminhos para retomar o equilíbrio perdido.

Compartilhar:

Comentários

  1. Elis Salles

    Jundiaí-SP

    ORGANIZAR É CONVIDAR O ESSENCIAL PARA ENTRAR. É através do nosso propósito que encontramos soluções e sentimento de realização.

Deixe seu Comentário

Treine Sua Mente

  • Como Treinar sua Mente e suas Emoções
  • Treinamento para você adquirir Confiança, Controlar a Ansiedade, o Estresse e as Emoções.SAIBA MAIS

Madame Sobral

  • Madame Sobral Semi Jóias

Refúgios no Interior

  • Refúgios no Interior - Seu Guia de Viagem em SP
Psicologia Jundiaí - Itupeva

"Dica da Psicóloga"

O livro “Treine sua Mente” ajudará no processo do autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e a lidar melhor com suas emoções
O cérebro pode ser domado como o corpo. Você sabia que existem exercícios para adquirir confiança, controlar a ansiedade, o estresse e as emoções?
O obejtivo deste livro é proporcionar aos leitores um encontro consigo mesmo, com suas limitações e com seus dons, evoluindo a cada dia.
Aqui você vai encontrar exercícios que vão te auxiliar nesta incrível descoberta de si mesmo.