Como a PNL pode Ajudar a Mudar Padrões de Linguagem Limitante

Hoje vamos mudar os padrões de linguagem limitante. Só continue se está disposto a mudar seus padrões, suas crenças limitantes e passar a ter a uma vida próspera.

“Se o pensamento corrompe a linguagem,  a linguagem pode também corromper o pensamento”.
George Orwell
 

A Linguagem que usamos cotidianamente pode limitar ou potencializar os nossos pensamentos. Ela os dirige para direções especificas e nos ajuda a criar a nos a realidade. Geralmente acreditamos no que falamos. Portanto, a habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial para nos comunicarmos melhor. As palavras são poderosas. Vejamos alguns casos em que a simples troca de algumas palavras pode dirigir o foco das ações para o positivo ao invés de criar limites.

Substitua o Pretérito Perfeito pelo Presente

Ao invés de "Eu gostaria de poder viajar nas férias", diga "Eu quero viajar nas férias". O verbo no presente dá mais força de ação positiva na direção do objetivo

Vamos parar de "TENTAR"!

O verbo "tentar" já pressupõe a possibilidade de "falha".

Exemplo: "Vou tentar fazer isso ainda hoje". É provável que você não faça, até porque existe a "desculpa": "Olha, eu tentei..." Evite o "tentar", diga no positivo... "Eu farei...", e AJA no sentido de fazer acontecer o que disse!

Aprendendo a usar o "NÃO"

A questão do "não" é que a frase que o contém, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O não existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo, pense em no (no vem nada a mente), agora não pense em um elefante voando. Foi pedido que você não pensasse em um elefante voando e você, provavelmente, pensou e chegou a visualizar na sua tela mental um elefante voando. Portanto, procure falar no positivo, diga o que você quer e não o que não quer.

Exemplo: "E quero viajar nas minhas férias, ao invés de "Eu não quero deixar de viajar nas minhas férias. Quando digo: "Não pense em um avião pendurado em balão de gás", você consegue não pensar! O cérebro humano não processa frases negativas, então ele de pensar no que não é para pensar, de outro me como irá saber em que não pensar?

"TENHO DE", "DEVO" ou "PRECISO"

Essas expressões pressupõem que alguma coisa externa a você está no controle. Ao invés, use "VOU", "QUERO", "DECIDO". Assim, o controle é seu.

mesmo acontece com o uso de: "NÃO O CONSIGO", "NÃO POSSO"

Essas expressões dão a ideia de que você é incapaz. Lembre-se de que a linguagem é o símbolo da nossa experiência, ou seja, se você acha que pode, você  está certo, se acha que não pode, você também está certo. Portanto, evite essas afirmações de incapacidade pessoal. Junte a palavra “AINDA" e diga então "NÃO CON SIGO AINDA" ou "AINDA NÃO POSSO". Isso pressupõe que vai poder, vai conseguir. Uma boa maneira de começarmos a questionar nossos limites internos sempre que nos ouvirmos dizendo (ou pensando) é "Não posso", "Não consigo" etc., repetirmos para nós mesmos a pergunta: "O que me impede?"

Quando tiver de falar de alguma coisa negativa, expresse-se com o tempo verbal no passado. Desse modo você não traz o problema para o presente. Exemplo: "Eu não conseguia fazer isso", "Eu tinha alguma dificuldade para realizar tal tarefa".

O verdadeiro significado do "MAS"

Analisemos a frase: "Considero você um funcionário muito competente, honesto, dedicado, MAS gostaria que você não chegasse atrasado". Qual frase o funcionário vai memorizar? Certamente, a que é iniciada por "MAS". Além disso, ficará com a impressão de que chegar atrasado chama mais a atenção de seu chefe do que o fato de ser competente, honesto e dedicado. A palavra "MAS" coloca uma frase em oposição à outra. É como se a frase iniciada por "MAS" apagasse tudo o que havia sido dito antes. O que se pode fazer para evitar os efeitos negativos do "MAS"?

Evitar usá-lo da forma como demonstramos nos exemplos acima e procurar substituí-lo pela palavra "E", quando isto for apropriado.

Falar de suas mudanças pessoais

Falar de suas mudanças pessoais desejadas para o futuro fica melhor se você usar os tempos verbais no presente. Exemplo ao invés de "Vou conseguir" diga "Estou conseguindo".

Ao invés de "SE" use "QUANDO"

Ao invés de falar "se eu conseguir juntar dinheiro irei à Roma" fale "quando eu conseguir ter a quantia necessária irei à Roma". O "QUANDO" pressupõe que você está decidido a fazê-lo.

Sou capaz de apostar que entre seus familiares, amigos e colegas de trabalho têm pessoas com padrões de pensamentos otimistas. Aquelas entusiastas que descrevem tão bem os seus sonhos que você, praticamente, consegue ver a realização e, surpreendentemente, depois de algum tempo, presencia a celebração do que foi anunciado. O que as diferencia?

Seria a motivação por um propósito maior, um projeto de vida?

Uma das crenças que afeta muitas pessoas é que “ganhar dinheiro é difícil”, se for o seu caso exercite e perceberá a diferença ao reescrever o que quer em vez disso. Comece com uma mudança simples, substituindo a palavra difícil por “ganhar dinheiro não é fácil”. Desafie novamente e poderá chegar a uma nova sentença mais específica e positiva, como: “Eu posso ganhar dinheiro com as habilidades que possuo”.

Existem exercícios eficazes para mudar os padrões de linguagem limitante. Hoje vou ensinar um deles.

Um exercício que recomendo é o mapeamento das crenças. Pegue uma folha de papel e relacione suas crenças. Avalie cada uma delas, separe aquelas chamadas de fortalecedoras, que impulsionam em direção aos objetivos e desafie as demais.

Para desafiar uma crença usando a técnica “Metamodelo”, um bom exemplo a explorar é: “ganhar dinheiro é difícil” ou poderá escrever a sua própria crença e usar as questões a seguir para especificar o significado e, talvez, decidir pela mudança.

1-O que exatamente você quer dizer com isso?
2-Todas as pessoas do seu relacionamento acreditam que ganhar dinheiro é difícil?
3-Se ganhar dinheiro fosse fácil, o que isto lhe proporcionaria?
4-E você conseguindo isto, como se sentiria?
5-E com esse sentimento, o que você faria de diferente para ganhar dinheiro mais facilmente?
6-Quem vai se beneficiar com isso? Quem mais?
7-Quando vai começar?
8-Como vai saber que conseguiu?

Existem exercícios eficazes para mudar os padrões de linguagem limitante.

Se você se identificou e percebeu que faz isso no dia a dia. Está na hora de mudar!

Maiores Informações: Elis Salles (11) 99939-2431

 

Compartilhar:

Comentários

  1. Elis Salles

    Jundiaí-SP

    ORGANIZAR É CONVIDAR O ESSENCIAL PARA ENTRAR. É através do nosso propósito que encontramos soluções e sentimento de realização.

Deixe seu Comentário

Treine Sua Mente

  • Como Treinar sua Mente e suas Emoções
  • Treinamento para você adquirir Confiança, Controlar a Ansiedade, o Estresse e as Emoções.SAIBA MAIS

Curso - Treinamento

Maca Peruana

  • Maca Peruana
  • A maca peruana fortalece e dá energia. Além disso, combate à fadiga e melhora a resistência. Isso ocorre porque o alimento aumenta os níveis de antioxidantes importantes no organismo, como a glutationa e o superóxido dismutase. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS
Psicologia Jundiaí - Itupeva

"Dica da Psicóloga"

O livro “Treine sua Mente” ajudará no processo do autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e a lidar melhor com suas emoções
O cérebro pode ser domado como o corpo. Você sabia que existem exercícios para adquirir confiança, controlar a ansiedade, o estresse e as emoções?
O obejtivo deste livro é proporcionar aos leitores um encontro consigo mesmo, com suas limitações e com seus dons, evoluindo a cada dia.
Aqui você vai encontrar exercícios que vão te auxiliar nesta incrível descoberta de si mesmo.